Atenção para o Golpe do IPVA: sites falsos desviam pagamentos para terceiros

Atenção para o Golpe do IPVA: sites falsos desviam pagamentos para terceiros

Atenção para não cair em um novo golpe financeiro, dessa vez envolvendo o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores).

As Secretarias da Fazenda dos estados de São Paulo e Minas Gerais, estados onde a Sicoob Cocred mantém suas 41 agências, alertam a população e pedem atenção redobrada a sites falsos que induzem o pagamento do imposto e direcionam o dinheiro para contas de golpistas. Em São Paulo, foram identificados, pelo menos, três sites fraudulentos, e, em Minas, um. Eles oferecem descontos atraentes, que chegam a 25%.

A interface desses sites falsos é muito parecida com a dos originais, idêntica em alguns casos. Quando o usuário digita o Renavam, eles recuperam todos os dados dos veículos, inclusive os valores corretos para quitação integral ou parcelamento do IPVA. A diferença é que a única opção disponível para isso, independentemente da opção escolhida, é usar o Pix. Quando a operação é feita, por meio de um QR Code, é desviada para um terceiro.  

É importante se atentar que os endereços eletrônicos das Secretarias da Fazenda têm a terminação “.gov.br”. Qualquer outro que não possua essa terminação é fraudulento.

Além dessa dica, as duas secretarias listam mais uma série de recomendações:

 

1. Confira se os sites são autênticos. Além das Secretarias da Fazenda, é possível fazer o pagamento pelos sites do Detran de cada estado. Os respectivos endereços eletrônicos são esses:

Secretaria da São Paulo –  https://portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva

Secretaria da Fazenda Minas Gerais – https://www.fazenda.mg.gov.br/empresas/impostos/ipva/pagamento.html

Detran São Paulohttps://www.detran.sp.gov.br/wps/portal/portaldetran/cidadao/home

Detran Minas Geraishttps://transito.mg.gov.br/

 

2. O Pix é uma das opções de pagamentos. Os sites oficiais oferecem diversas modalidades. Por isso, desconfie de sites que aceitam, exclusivamente, Pix ou boleto.

3. O imposto também pode ser pago em instituições financeiras, como a Cocred, por meio de aplicativo, Internet Banking, caixas eletrônicos ou direto nas agências, além de casas lotéricas e empresas credenciadas (consulte os convênios vigentes nos sites das Secretarias da Fazenda).

4. Não use buscadores, como o Google ou Yahoo, para procurar sites paga pagamento e desconfie de endereços eletrônicos com termos como “ipva”, “detran”, “fazenda”, entre outros. Se tiver dúvidas, sempre busque informações também pelos sites oficiais.

5. Verifique o nome de quem vai receber o pagamento. Se não forem os estados, mas pessoas físicas, não confirme.

6. Nunca clique em links recebidos por meio de aplicativos de mensagens, redes sociais e e-mails. As Secretarias da Fazenda não usam esses artifícios. E caso receba boletos de papel em sua casa, desconsidere. Não são enviadas cobranças de IPVA pelos Correios.

7. Caso seja vítima de algum golpe, avise o Ministério Público, a Polícia, e a instituição financeira onde realizou a transação, com cópias dos comprovantes de pagamento e o endereço eletrônico pelo qual o golpe foi consumado.

Quer saber mais sobre golpes e fraudes digitais? Clique aqui e confira um texto sobre os principais tipos.

Fui vítima de golpe. E agora?

Cocred leva teatro a instituição de Guaíra e abre agência para visita de estudantes

Cocred promove palestras gratuitas durante a Global Money Week

Celular Seguro: conheça o aplicativo que permite informar roubo e furto do aparelho

Fui vítima de golpe. E agora?

Cocred leva teatro a instituição de Guaíra e abre agência para visita de estudantes

Cocred promove palestras gratuitas durante a Global Money Week

Celular Seguro: conheça o aplicativo que permite informar roubo e furto do aparelho

Assine e receba nossos conteúdos exclusivos.

Quer fazer parte de nossa cooperativa?

Então, preencha o formulário abaixo!

Cadastro enviado com sucesso! Em breve, nossa equipe entrará em contato