Sicoob Cocred participa da Festa do Ovo, evento tradicional da avicultura em Bastos

Sicoob Cocred participa da Festa do Ovo, evento tradicional da avicultura em Bastos

A Sicoob Cocred marca presença, mais uma vez, na Festa do Ovo de Bastos-SP, evento tradicional da avicultura brasileira que chega à 62ª edição. A festa será realizada de 12 a 17 de julho, no Recinto de Exposições Kisuke Watanabe, com shows e outras atrações. Mas feira agrícola ocorre, exclusivamente, de 13 a 15 de julho, das 14h às 21h30. A entrada é gratuita.

Uma equipe de consultores da Cocred vai receber os produtores rurais para apresentar as melhores opções em crédito e investimentos, e explicar as vantagens das cooperativas em relação aos bancos convencionais, como taxas menores e tarifas mais justas.

A cooperativa participa em um estande compartilhado com a Central Sicoob SP, a qual é afiliada, oferecendo condições especiais em produtos e serviços financeiros voltados à avicultura de postura, principal atividade econômica de Bastos.

Só na Festa do Ovo, a Cocred vai oferecer condições exclusivas em linhas de crédito rural, consórcios, seguros, financiamento de veículos – por meio do Autocred Rural – e negociação de Cédula de Produto Rural Financeira (CPRF).

Vale lembrar que a Cocred detém a maior carteira de CPRF do Sicoob: até abril, já havia sido liberado mais de R$ 1 bilhão. A CPRF proporciona aos produtores a possibilidade de aumentar seus recursos e ter mais autonomia para expandir a produção.

Ao contrário da Cédula de Produto Rural (CPR), a entrega do produto não está vinculada à operação. A CPRF trabalha só o resultado da produção. E como não compromete a área produzida, é possível solicitar recursos para custeio, investimento ou comercialização.

Ainda durante a Festa do Ovo, a cooperativa vai protocolar pedidos de crédito do BNDES para aquisição de máquinas, equipamentos, implementos e insumos para renovação de frota, investimentos na agricultura familiar, entre outros.

História

A avicultura de postura começou a se desenvolver em Bastos a partir de 1957, após o município viver outros ciclos econômicos, como o do café, o do algodão e o da criação de bicho-da-seda, a sericicultura.

Quase três décadas antes, em 1928, a cidade havia sido fundada por Senjiro Hatanaka, em fazenda que havia pertencido à família Bastos – daí o nome da cidade. Hatanaka havia sido enviado pelo governo japonês com uma missão: encontrar terras para receber imigrantes, que chegavam ao Brasil para trabalhar em lavouras de café. A imigração também ajudaria a aliviar a alta concentração demográfica no país asiático.

Com o declínio da atividade cafeeira, por causa da quebra da Bolsa de Nova Iorque, em 1929, e de medidas restritivas ao cultivo impostas pelo Governo Federal dois anos depois, os imigrantes passaram a investir no algodão e, no início da década de 40, no bicho-da-seda, que fez de Bastos o maior fornecedor para os Estados Unidos – o fio de seda era usado pela indústria norte-americana para fazer paraquedas usados na Segunda Guerra Mundial.

O término do conflito armado decretou o fim do ciclo e a substituição pela avicultura de postura. Com pouco mais de 20 mil habitantes, Bastos tem um plantel de 13 milhões de aves, mas com capacidade instalada para chegar a 28 milhões. Das granjas locais, saem 290 ovos por segundo, em média, o que coloca a cidade como a maior produtora do país, com 15% da oferta nacional, e do Estado de São Paulo, onde responde por 50%.

 

SERVIÇO:

62ª Festa do Ovo de Bastos

Local: Recinto de Exposições Kisuke Watanabe – Rua Presidente Vargas, s/n

Entrada gratuita

Sicoob Cocred participa da 11ª edição da Femec, em Uberlândia

Sicoob Cocred leva as melhores soluções para o agro à Lins Pecuária Show

Tecnologia em agronegócio: conheça as principais do mercado

Saiba quais são as perspectivas para o agronegócio brasileiro em 2024

Sicoob Cocred participa da 11ª edição da Femec, em Uberlândia

Sicoob Cocred leva as melhores soluções para o agro à Lins Pecuária Show

Tecnologia em agronegócio: conheça as principais do mercado

Saiba quais são as perspectivas para o agronegócio brasileiro em 2024

Assine e receba nossos conteúdos exclusivos.

Quer fazer parte de nossa cooperativa?

Então, preencha o formulário abaixo!

Cadastro enviado com sucesso! Em breve, nossa equipe entrará em contato