Cooperativismo à frente da inclusão financeira

Cooperativismo à frente da inclusão financeira

As intermináveis filas nas agências da Caixa, formadas por brasileiros em busca do auxílio emergencial, evidenciaram a desigualdade social e a realidade sobre desempregados e trabalhadores informais. Mais do que isso, essas aglomerações tornaram clara a necessidade de inclusão bancária, comprovada pelo próprio governo federal ao lançar a poupança social digital para que 40,5 milhões de pessoas pudessem receber os R$ 600 devidos.

Os chamados “desbancarizados” representam uma fatia importante da população, a ponto de o Banco Central incluir o tema na Agenda BC# – série de medidas que serão adotadas ao longo dos próximos anos para tentar melhorar a saúde financeira e, consequentemente, a economia brasileira. As cooperativas de crédito são tratadas nessa pauta e citadas, inclusive, como modelo ideal para incluir mais brasileiros no Sistema Financeiro Nacional.

Chefe do Departamento de Supervisão de Cooperativas e de Instituições Não Bancárias do Banco Central, Harold Paquete Espínola Filho diz que as cooperativas de crédito têm ampla capilaridade em todo o Brasil e, como não visam ao lucro, consegue ser viáveis mesmo em pequenos municípios ou comunidades com perfil econômico menor, possibilitando o acesso de pessoas com baixa renda a produtos e serviços financeiros.

Para o ex-assessor do BC e ex-diretor executivo do FGCoop, Lúcio César de Faria, tornar-se uma pessoa “bancarizada” é muito mais do que ter conta em instituição financeira. Esse é apenas o primeiro passo para ter acesso a outros produtos e serviços, principalmente crédito, opções de investimento e programas de educação financeira.

O chefe do Departamento de Promoção da Cidadania Financeira do Banco Central, Luis Mansur, destaca ainda que é imprescindível que esses produtos e serviços tenham custo justo, ou seja, taxas menores, e sejam adequados às necessidades das pessoas. Nesse sentido, as cooperativas também saem na frente pela proximidade com os cooperados, oferecendo um atendimento personalizado.

Clique aqui e confira a matéria completa sobre o assunto na revista Cocred Mais.

Confira os locais de retirada dos kits para a Corrida Cooperativa em Dupla – Etapa Serrana

Tem dúvidas sobre a Corrida Cooperativa em Dupla – Etapa Serrana? A gente ajuda!

Cocred passa para segmento S3 entre instituições financeiras: maior segurança aos cooperados

Protagonistas: conheça mulheres que fizeram história no cooperativismo

Confira os locais de retirada dos kits para a Corrida Cooperativa em Dupla – Etapa Serrana

Tem dúvidas sobre a Corrida Cooperativa em Dupla – Etapa Serrana? A gente ajuda!

Cocred passa para segmento S3 entre instituições financeiras: maior segurança aos cooperados

Protagonistas: conheça mulheres que fizeram história no cooperativismo

Assine e receba nossos conteúdos exclusivos.

Quer fazer parte de nossa cooperativa?

Então, preencha o formulário abaixo!

Cadastro enviado com sucesso! Em breve, nossa equipe entrará em contato