Tecnologia em agronegócio: conheça as principais do mercado

Tecnologia em agronegócio: conheça as principais do mercado

 Você sabe o que é tecnologia em agronegócio? Essa realidade pode ser representada por maquinários que operam de maneira remota e ajudam os produtores a realizar pulverizações e mapeamentos mais precisos de áreas, por exemplo. 

No entanto, a boa notícia é que a novidade não para por aí. Os produtores brasileiros já têm utilizado sensores, aplicativos, softwares e outras soluções digitais que mostram que a tecnologia no agronegócio não é apenas uma projeção para o futuro. 

Neste post, que comemora o Dia do Agronegócio, a ser celebrado neste dia 25 de fevereiro, mostraremos as soluções digitais que já são usadas, seus benefícios e as linhas de crédito da Sicoob Cocred para ajudar os produtores.

Boa leitura! 

Quais são os principais exemplos de tecnologia em gestão do agronegócio? 

Em primeiro lugar, mostraremos as soluções tecnológicas cada vez mais utilizadas no campo e seus benefícios. 

Drones 

Os drones são equipamentos capazes de sobrevoar a propriedade. Eles captam imagens, identificam elementos, mapeiam a área e servem para pulverizar uma plantação. O mais interessante é que eles podem ser controlados em tempo real ou de maneira remota, por meio de um celular. 

Aplicativos e softwares 

Já é possível encontrar diversos aplicativos e softwares que ajudam os produtores rurais a tomar decisões mais embasadas. De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), o Brasil tem cerca de 300 startups de tecnologia rural em atuação no território nacional. 

 Assim, os aplicativos são capazes de realizar tarefas diversas, como o mapeamento de áreas, o controle de maquinário, as pulverizações, a geração de dados sobre pragas e climas e o estudo de solo.  

 Outros exemplos de tecnologia em agronegócio são: 

  • programas que ajudam na previsibilidade climática, com imagens de satélites meteorológicos
  • softwares que ajustam a pulverização adequada a partir de informações como a velocidade, o espaçamento e a taxa de precisão para a aplicação; 
  • aplicativos e programas para acompanhar as oscilações de preços de produtos no mercado; 
  • softwares com bancos de dados de pragas e doenças para que produtores consigam se antecipar ou tratar os problemas que já ocorrem.

Sensores 

Os sensores são equipamentos capazes de detectar, analisar e registrar informações relacionadas ao solo, ao clima, bem como dados da plantação e do desempenho do maquinário. A partir daí, eles são interpretados por pessoas ou computadores. 

As informações podem ser armazenadas em computadores remotos e, posteriormente, verificadas pelo produtor ou por programas especializados, de maneira a otimizar os recursos e garantir maior precisão à produção agropecuária. 

Alguns exemplos práticos de sensores são os pluviômetros, capazes de medir o volume de chuva, e os térmicos, que identificam as condições climáticas e ainda conseguem medir os níveis de umidade. 

Maquinários autônomos 

Mais um exemplo de tecnologia em agronegócio, presente em diversas propriedades brasileiras, está nos maquinários autônomos controlados de forma 100% remota. São recursos que não precisam de um motorista para conduzir o equipamento. 

Além disso, já é possível encontrar aplicativos que monitoram todos os equipamentos da fazenda em uma única fonte central. Os maquinários autônomos se encaixam no conceito de agricultura de precisão, quando a tecnologia de ponta é agregada às boas práticas no meio rural. 

Nesse sentido, alguns dos maquinários contam com softwares capazes de realizar o controle inteligente do cultivo por meio das necessidades de plantação em cada parte da propriedade. 

5G 

A chegada recente do 5G ao Brasil vai gerar transformações no meio rural — afinal, o agronegócio responde por uma grande parte das exportações brasileiras, e nada mais natural que essa tecnologia otimizar ainda mais a nossa capacidade produtiva. 

A rede de Internet com maior velocidade e conexão mais segura aumentará a conectividade em áreas rurais em 25%, de acordo com estimativas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

Para a chegada da rede 5G, as empresas de telefonia deverão aumentar a cobertura 4G, o que fará com que um maior número de regiões rurais conte com boa conectividade. Assim, mais produtores poderão utilizar softwares, drones e apps para otimizar seus trabalhos. 

Quais são as vantagens do uso da tecnologia em agronegócio? 

Todas essas tecnologias têm um objetivo em comum: facilitar ainda mais a gestão por parte do produtor, aumentando a produtividade e a capacidade de adotar uma rotina sustentável e integrada às exigências do mercado. 

Assim, essas tecnologias simplificam o dia a dia do produtor no campo. Essa figura tem se tornado cada vez mais digital, englobando soluções tecnológicas para complementar as boas práticas no meio rural. 

Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) demonstram que, quando são consideradas todas as cadeias produtivas do agronegócio, como a produtividade, a armazenagem e a comercialização, esse segmento responde por quase 25% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. 

Nesse sentido, a tecnologia em agronegócio é capaz de contribuir significativamente para uma expansão ainda mais marcante do setor. Isso é feito não apenas na mecanização da produção, mas também para gerar soluções aos problemas que aparecem. 

O uso de tecnologias como os sensores e os softwares auxilia em crises e apresenta soluções para que os produtores não tenham os lucros tão prejudicados, como no caso de pragas e doenças.  

Quais são as principais linhas de crédito e financiamento da Sicoob Cocred para agronegócio? 

A Cocred oferece linhas de financiamento para custear, comercializar e investir na produção, por repasse ou com recursos próprios, do BNDES e até de Fundos Constitucionais. Se você é produtor rural, confira as principais finalidades:   

Custeio

Produtor que é cooperado pode financiar despesas das atividades agrícolas e pecuárias: aquisição de insumos, produção de mudas e sementes, além de vacinas e medicamentos, entre outros exemplos.

Investimento

Para você que precisa ampliar, diversificar e modernizar sua produção, diversas soluções financeiras se adequam ao perfil da sua propriedade. Financie tratores, máquinas agrícolas, sistemas de armazenagem, reforma de pastagem e irrigação, animais para cria e recria, e muitos outros.

Comercialização

Você tem todos os recursos necessários para garantir os melhores preços e obter grandes resultados na hora de comercializar a produção do seu empreendimento.

A seguir, conheça outras linhas da cooperativa:

PRONAMP: Exclusiva para incentivar as atividades de médios produtores rurais, promovendo aumento da renda e geração de empregos no campo.  

TRATO FORTE: Voltada ao financiamento de tratores, colheitadeiras, barras de pulverização, quadriciclos, drones e outros equipamentos para o campo.   

AUTOCRED RURAL: Exclusiva para aumento de frota rural. Financiamento de caminhonetes de cabine simples ou dupla, nacionais ou importadas, com prazos de pagamento semestral ou anual, conforme o ciclo de recebimento da produção.  

CPRF (Cédula de Produto Rural Financeira): Título de crédito com isenção de IOF, fácil contratação, pagamento semestral ou anual, e, também, área livre para custeio.  

Como você viu no artigo, a tecnologia em agronegócio é representada por uma gama de soluções versáteis, que ajudam o produtor em diversas tarefas. Os empreendedores ainda podem buscar a Cocred para obter o capital necessário e, assim, começar a modernizar sua propriedade. 

Quer saber mais sobre agronegócio e cooperativismo? Clique aqui para ler sobre as principais perspectivas para o setor em 2024.

Siga as nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades de nossa instituição! Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn. 

Sicoob Cocred participa da 11ª edição da Femec, em Uberlândia

Sicoob Cocred leva as melhores soluções para o agro à Lins Pecuária Show

Saiba quais são as perspectivas para o agronegócio brasileiro em 2024

Sicoob Cocred cresce 20% na liberação de recursos na primeira metade do Plano Safra 2023/24

Sicoob Cocred participa da 11ª edição da Femec, em Uberlândia

Sicoob Cocred leva as melhores soluções para o agro à Lins Pecuária Show

Saiba quais são as perspectivas para o agronegócio brasileiro em 2024

Sicoob Cocred cresce 20% na liberação de recursos na primeira metade do Plano Safra 2023/24

Assine e receba nossos conteúdos exclusivos.

Quer fazer parte de nossa cooperativa?

Então, preencha o formulário abaixo!

Cadastro enviado com sucesso! Em breve, nossa equipe entrará em contato